Ando nas nuvens da delícia com os Kg de Cogumelos Pleurutos, que tenho encomendado ao querido amigo da My Little Mush, pois são imensas as variantes que faço com eles.

Podem contactar o Cristiano e fazerem a vossa encomenda. São a 7€ o Kg e valem cada grama pois consomem-se todos. Cultivados com amor e sem qualquer pesticida, só poderia sair daqui algo muito BOM.

Como é sabido os cogumelos são óptimos para a nossa saúde, por isso vamos investir no seu consumo.
Apenas uma advertência: devem ser consumidos, SEMPRE, cozinhados.
São tão tenrinhos que apetece comer a toda a hora.

Deixo-vos algumas receitas que tenho feiro.  


PLEUROTOS COM TRIGO SARRACENO E “AZEITONAS” DE GRÃO

Estufei os cogumelos com bastante tomate e cebola. temperei com sal, curcuma e pimenta preta, adicionei uma malagueta e a gordura utilizada é sempre o azeite bio de 1ª pressão a frio. 

Tinha cozido trigo sarraceno, naturalmente sem glúten e com um valor nutritivo incalculável e misturei ao estufado de cogumelos.  Tinha uma espécie de “azeitonas” de grão que é nada mais nada menos que grão cozido e temperado como se fosse azeitonas, assim dá para ir petiscando durante as refeições. 
Tempero esse feito com muito alho, sal, curcuma e pimenta, folha de louro e um limão partido aos pedaços. Um bocadinho de azeite e frigorífico com as azeitonas de grão.

Tinha essas “azeitonas”  retirei um bocado, como o molho, e juntei a umas beldroegas divinais que tenho comprado pois também estamos na época delas (fonte da natureza riquíssima em Omega 3) 
Acompanhou com um tremocinhos também temperados na mesma moda e um must sumo detox de pepino (1/2), salsa (1/2 molho) e aipo com rama e folha (1 talo generoso), tudo batido (não centrifugado) com um copo grande de kombucha. Podem substituir a kombucha por sumo de maçã (sem açúcar adicionado) ou água fresquinha.  Todos os ingredientes das minhas receitas são orgânicos, não contendo qualquer tipo de pesticida e assim naturalmente ricos em micronutrientes.  
PLEUROTUS À BULHÃO PATO 
Ingredientes: 
Cogumelos pleurotos  Alho – 1 cabeça 
Coentros – 1 molho 
Azeite, sal, pimenta e curcuma, q.b. 
Sumo de limão 
Modo de Preparação: 
Cortar os pleurotus aos bocadinhos e os caules, se forem tenrinhos, cortá-los às rodelas (estes foram 100% utilizados) 
Cortar os dentes de alho às rodelas finas ( a quantidade é a gosto…eu ADORO, alho e coloco sempre muito) 
Numa frigideira colocar o alho, um pouco de coentros picados e azeite. Temperar com o sal, curcuma e pimenta preta, e deixar levantar fervura para o alho e os coentros largarem o seu sabor e aroma. Adicionar os cogumelos e deixar estufar durante uns 5 a 8 minutos, até estarem tenrinhos. 
Quando estiver pronto, juntar os restantes coentros picados e o sumo de limão a gosto. 
Serve com pão que fica uma maravilha molhado no molho. 
Aqui utilizei tostas sem glúten Pain des Fleurs, que adoro também.
SALADA DE BELDROEGAS E FIGOS (com uns pleurotus à mistura)

Ingredientes:  
Beldroegas Figos Germinados de feijão mungo (os tradicionais rebentos de soja, estes feitos em casa)  
Molho:  
Azeite, vinagre de sidra, sal, curcuma, pimenta preta e 1 c. sobremesa de levedura de cerveja.  
Acompanhei com um salteado de pleurotus, salteados em azeite, tamari (molho de soja bio e sem glúten) e muito alho  TOP!!

Leave a Comment